Visualizações 1

COMO UM GIRASSOL

como_girassol1

Às vezes sou Primavera… Floresço!

Feito girassol… Sou Sol… Aqueço!

Sou flor, mas também sou abelha.

Laboriosa, trabalhadeira.

Transformo meu mel

Em provisões de ternura… Doçura

Às vezes eu sou Outono…

E os ventos da insegurança

Desfolham-me por inteira!

Sinto medo… Sinto frio!

O pranto corre em meus olhos…

E minha dor vira chuva…

Mas como também sou Verão…

Minha chuva é passageira.

E então, como o girassol

Abro-me em mil flores internas

Em direção ao Sol!

E sigo de novo…

Sorrindo de novo…

(eu jamais serei inverno!)

Irene Carmo Pimenta

TEXTO: Irene Carmo Pimenta

Imagens: Internet:

Honre o Sagrado!  Quando for reproduzir as matérias desse Blog cite a fonte.

Gostou do conteúdo? Compartilhe

Copyright 2022® – Oficina de Consciência 

femininoconsciente@oficinadeconsciencia.com.br

error: Conteúdo protegido!