Visualizações 0

Todo mantra é uma vibração energética específica. Segundo os Hindus o Mantra OM é o som primordial da criação e a origem dos demais mantras.A palavra OM vem do sânscrito e é composta de três letras do alfabeto devanagari.
A sílaba que representa o mantra OM é composta de três letras: A (símbolo semelhante ao numeral três); U (símbolo semelhante a um “rabinho”); e o (representado pelo ponto em cima da meia lua. Gramaticalmente falando, em sânscrito, a letra “A”, associada com a letra “U”, possui o som da letra “O”, e o ponto atribui som anasalado à letra “M”.

Escreve-se AUM. Sendo que a letra A é o início de todo alfabeto, o som mais gutural do sânscrito. Já o vogal U se pronuncia com o ar passando da garganta em direção aos lábios. A letra M se pronuncia ao fechar os lábios. Assim, nós temos o caminho de todos os nomes. Nomes que simbolizam as coisas. Coisas que são criadas pelo verbo de Deus. Assim, AUM, pode ser definido como retrato sonoro do verbo, a imagem espiritual do Ser Absoluto.
“No princípio era o Verbo e o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus” (João 1,1 ).
Pelas regras gramaticais do sânscrito, AUM se pronuncia OM. Para terem uma idéia clara de como deve ser pronunciado, comecem a cantar a palavra homem, prolongando a vogal O e fechando aos poucos os lábios no primeiro M sem passar para o E. Algo como um soar de um gongo, ressonando.

Explicações complementares:
Os mestres hindus falam dos três estados de consciência.O primeiro, de vigília, como agora, em que estamos prestando a atenção às explicações do OM. É o estado em que passamos a maior parte do dia. O segundo, de sonho, através desse estado pode-se conhecer melhor a si mesmo, a questão é entender a linguagem do sonho, seu simbolismo. O terceiro estado é o do sono profundo, inconsciência absoluta. A letra A representa o estado de vigília, a vogal U o estado de sonho e o M, o estado de inconsciência absoluta. AUM seria a síntese sonora superior que nos dá o OM, a sílaba sagrada que retrata, quanto possível, em vibrações materiais, a imagem interior de Deus, seu verbo, seu divino nome, proferido em sua intimidade. Essa síntese superior simboliza o estado da supra consciência de bem-aventurança, de felicidade suprema, que é o próprio do Divino. Temos, assim, mais um estado, o mais sublime e sutil, o quarto, a própria realização divina.
Ao vibrarmos o OM, percebemos que significa uma sílaba sagrada, um mantra, de alto valor vibratório, que se deve pronunciar corretamente e adequadamente para ganhar toda a sua eficácia.
O mantra OM tem um grande valor vibracional e para ser eficaz deve ser pronunciado corretamente. Segundo os antigos mestres yogues as vibrações sonoras produzidas pelos mantras se transformado em impulsos elétricos que viajam com a velocidade da luz. Cada palavra tem seu ressoar próprio, característico variando de acordo com a altura, a intensidade do som e igualmente com o ritmo em que se pronuncie.                                        
Fonte: “Hatha Yoga – Paz e saúde”, de Indra Devi.

Honre o Sagrado!  Quando for reproduzir as matérias desse Blog cite a fonte.

Gostou do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Posts Recentes

BUSCA POR CATEGORIA

Copyright 2022® – Oficina de Consciência 

contato@oficinadeconsciencia.com.br

error: Conteúdo protegido!