Visualizações 5

O Povo Lakota e seus Principais Valores

O Povo Lakota ou o povo de Standing Rock é uma das primeiras tribos nativas americanas originais que habitaram as Américas do Norte antes da chegada dos europeus. Frequentemente chamada de Grande Nação Sioux, essas pessoas podem ser divididas em três grupos distintos com base no idioma e na geografia; Dakota (Santee, Dakota Oriental), Lakota (Teton, Dakota Ocidental) e Nakota (Yankton, Dakota Central).

“Dakota” e “Lakota” significam “amigos” ou “aliados”.

O povo Lakota considera toda a vida sagrada. Existem alguns valores que eles sustentam e são importantes para suas cerimônias, crenças e ensinamentos.

Os idosos compartilhavam esses valores com os jovens em sua tradição oral e os transmitiam às gerações subsequentes.

WAČHÁŊTOGNAKA – GENEROSIDADE

A palavra Lakota para generosidade significa contribuir para o bem-estar de seu povo e de toda a vida, compartilhando e dando livremente. Esse compartilhamento não é apenas de objetos e posses, mas de emoções como simpatia, compaixão e bondade. Também significa ser generoso doando o seu tempo para ajudar o próximo.

Presentes sempre fizeram parte da sociedade Lakota. Em eventos importantes, a família reúne seus pertences e os distribui para qualquer pessoa da comunidade. “O que você dá, você guarda; o que você mantém, você perde ”, é um velho ditado lakota.

Eles também acreditavam que doar, compartilhar era um meio pelo qual mantinham o equilíbrio na terra. E o mesmo principio que norteia o Espírito de Aloha dos Kahunas do Hawaii.

WÓTAKUYE – PARENTESCO

A palavra Lakota para parentesco é um dos valores importantes que vem da thiyóšpayefamília extensa. Inclui as ideias de viver em harmonia, de pertencer e como a verdadeira riqueza e a importância de confiar nos outros. É um dos valores que fez o thiyóšpaye funcionar.

Para um lakota, você pertence a um thiyóšpaye por nascimento, casamento ou adoção. Sua família se estende até mesmo para toda a nação Lakota. Sempre que você viaja para algum lugar, pode esperar ser acolhido e apoiado como se fosse sua própria família imediata.

Os Lakota eram uma sociedade guerreira e caçadora. Isso significava que os homens não voltariam quando saíssem para lutar ou caçar. Assim, wótakuye garantiu que as mulheres, crianças e idosos não ficassem sozinhos. Naquela época, a generosidade era o estilo de vida e os recursos deveriam ser compartilhados.

O valor do parentesco não estava relacionado apenas aos humanos, mas também à natureza e a todo o universo. Os deficientes, os idosos e as crianças eram tradicionalmente considerados sagrados e deviam ser bem cuidados. Além disso, eles frequentemente oravam pelo fim da poluição ambiental, pela sobrevivência de espécies ameaçadas de extinção e pela harmonia no universo como um todo.

WOWAČHÍŊTȞAŊKA – FORTALEZA

A palavra Lakota para fortaleza significa enfrentar o perigo ou desafios com coragem, força e confiança. Acreditar em si mesmo permite que a pessoa enfrente desafios. Fortaleza inclui a capacidade de lidar com problemas, aceitá-los e encontrar uma solução que seja boa para todos.

Historicamente, uma das primeiras lições que uma criança Lakota aprende é o autocontrole e autocontenção na presença de pais ou adultos. Eles aprenderam a ter paciência e perseverança para fortalecer a mente para que sejam corajosos após um desastre.

A maestria e as habilidades vieram de jogos e brincadeiras criativas. Alguém mais habilidoso do que você era visto como um modelo, não como um competidor. O esforço era para atingir um objetivo pessoal, não para ser superior ao oponente. O sucesso era propriedade de muitos, não de poucos.

WÓKSAPE – SABEDORIA

A palavra Lakota para sabedoria é wóksape. O conhecimento e a sabedoria dos mais velhos são muito importantes para o bem-estar do povo Lakota. Isso é entendido como algo buscado e conquistado ao longo de toda a vida.

A sabedoria tem a ver com a compreensão do significado dos processos e padrões naturais. Significa conhecer o projeto e o propósito da vida.

Também tem a ver com compreender e viver os valores espirituais e crenças sobre as quais a cultura de uma pessoa se baseia e ser capaz de compartilhá-los com outras pessoas.

Sabedoria significa ser capaz de incorporar o caminho sagrado da vida em sua própria vida e respeitar e honrar toda a vida. Significa estar aberto aos sonhos do dia e da noite, quando a direção espiritual pode chegar a uma criança ou adulto receptivo em busca de sabedoria.

ESTAMOS TODOS CONECTADOS!

OUTROS VALORES  QUE NORTEIAM A SOCIEDADE LAKOTA

Outros valores fundamentais que os Lakota consideram sagrados são HONESTIDADE, HUMILDADE E RESPEITO.

Para o modo de vida tribal, a HONESTIDADE é de extrema importância. Sem serem verdadeiros um com o outro, eles não podem sobreviver como um grupo. A retidão de  caráter  é ensinada para as crianças desde muito cedo.

HUMILDADE – Os Lakota levaram uma vida simples e humilde. Eles nunca se gabaram ou exageraram nas coisas, mas apenas viveram de acordo com a natureza. E a natureza também existia em perfeita harmonia com eles.

RESPEITO era outro ensinamento central para o modo de vida dos Lakotas. Eles acreditavam em respeitar todas as formas de vida, pois a mesma energia percorria todas as formas, desde a água até a libélula.

A sociedade Lakota esteve intimamente ligada a esses valores fundamentais durante séculos.

 

Até hoje, a maioria dos valores acima foi preservada, apesar dos avanços industriais e tecnológicos que ocorreram em torno deles.

TEXTO: Teia de Luz

Imagens: Internet:

Honre o Sagrado!  Quando for reproduzir as matérias desse Blog cite a fonte.

Gostou do conteúdo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Posts Recentes

BUSCA POR CATEGORIA

Copyright 2022® – Oficina de Consciência 

teiadeluz@oficinadeconsciencia.com.br

error: Conteúdo protegido!